x
Você deseja anunciar seu:

Blog

10 regras de etiqueta super importantes para quando aquele desejado – ou não –  convitinho, chegar  as suas mãos.

25 de novembro de 2019        Nenhum comentário
por Fernanda Rodrigues

Em tempos atuais, com a facilidade de acesso a tantas informações, basta um clique para ter diante dos olhos uma infinidade de assuntos, inclusive alguns considerados banais como por exemplo a importância do convidado e suas atitudes do momento do convite até sair pela porta de saída da festa.

Celebrar um momento especial de sua vida, uma data importante, o nascimento, as bodas, o primeiro ou o décimo quinto ano da vida de alguém especial , qualquer que seja a ocasião, sempre carrega junto de si um motivo que emociona, impulsiona e te faz sentir, após passar por todas as etapas que uma recepção requer,  muito orgulho ou uma certa angustia.

Contar com a ajuda de profissionais da área como, por exemplo, uma cerimonialista é uma boa pedida para ter controle das várias tarefas que vão surgir, contudo, há um viés de suma importância numa festa e que foge completamente da alçada do anifitrião: as regras da boa educação quando desempenha-se o papel de convidado.

Embora muitos não saibam, o bom andamento de uma comemoração depende muito do comportamento dos convidados. Como por exemplo saber sua hora de falar, cuidar com os excessos de todos os tipos, respeitar horários  e é por isso que selecionamos 10 regras de etiqueta super importantes para quando aquele desejado – ou não –  convitinho, chegar  as suas mãos.

Vamos lá:

 

  1. AGRADEÇA: SER CONVIDADO É UMA HONRA!

Quem nunca organizou um casamento não tem ideia de como a lista de participantes é milimetricamente pensada e revista. Cada pessoa ali estipulada desempenha um papel ímpar para os noivos, portanto é fundamental avisar que recebeu o convite e mostrar entusiasmo pela celebração.

  1. NÃO LEVE PESSOAS QUE NÃO FORAM CHAMADAS

“Convidado não convida. Se alguém da sua parte não poderá comparecer, não substitua por um estanho aos donos da festa. Eles deixaram de convidar algum amigo para te privilegiar. Comunique a ‘vaga’ e permita que eles a substituam por outro do ciclo de amizade deles”. Pedir convites extras também é muito deselegante!

  1. RÉPONDEZ S’IL VOUS PLAIT 

Pode parecer trivial, mas o rsvp é de suma importância para o planejamento dos anfitriões. Também não é bacana confirmar a presença por WhatsApp ou quando encontrar o casal; afinal, imagina se todos tiverem essa ideia? No convite costumam vir estipulados os canais de comunicação com a empresa responsável por esse serviço. Respeite-os! Ah, e o mais importante: jamais confirme presença e desista na última hora. Se surgir um imprevisto, avise.

   4. ATENÇÃO AO DRESS CODE

De acordo com Flávia, se a informação não vier especificada no convite, vale o convencional para aquele tipo de festa. Respeitar o pedido dos noivos não significa abrir mão do seu estilo ou charme. Seja você mesmo dentro da proposta estipulada para a ocasião. “O convidado elegante é aquele que entra no clima, empresta todo o seu entusiasmo ao estilo proposto e prestigia a festa, caprichando no visual com alegria e empenho”, afirma.

   5. UMA VEZ NA FESTA… É PROIBIDO RECLAMAR!

Os noivos te convidaram para curtir cada momento e alegrar a noite (ou dia) deles. Nesse assunto, a cerimonialista é enfática: nem pense em vestir a camisa de fiscal do bom desempenho e passar as horas se lamentando pela temperatura do ar ou agilidade do serviço.

  6. TENHA EM MENTE: A FESTA É DOS NOIVOS, E NÃO SUA

Em alguns casos, portanto, o gosto deles pode não corresponder aos seus. “Se o repertório musical da noite não é aquele que você escolheria se estivesse dando a festa, dance mesmo assim ou aproveite para ir ao bar apreciar um drinque com os amigos”, argumenta. Pedidos insistentes ao DJ também não são educados.

  7. É PRECISO CURTIR O OPENBAR COM BOM SENSO

Nada de queimar a largada! Afinal, ninguém tem o direito de estragar um evento planejado com tanto carinho – e por tanto tempo. “Cada um sabe, ou deveria saber, quando o bom senso começa a ir embora mais cedo que o próprio convidado. Desta hora em diante, perigo total para a elegância”, afirma Flávia.

  8. SE TIVER RESTRIÇÕES ALIMENTARES, SEJA DISCRETO

Quem é vegetariano ou possui alergia a determinados ingredientes se acostuma a situações nas quais o cardápio não está totalmente adaptado às suas necessidades. Se for o seu caso, informe-se discretamente com o maitre – “sem que ninguém perceba e sempre sorrindo”, completa a profissional.

  9. CUIDADO PARA NÃO ATRAPALHAR OS PROFISSIONAIS!

Em tempos de 4G, os convidados competem com os fotógrafos e video makers para registrar cada momento do grande dia. É claro que sempre vale clicar os noivos e divulgar tudo nas redes sociais, mas é preciso ter atenção para não prejudicar o trabalho dos profissionais contratados pelo casal. Mais uma vez, o bom senso é o melhor amigo de qualquer convidado.

 

 10. SE PRECISAR LEVAR AS CRIANÇAS, CUIDE DELAS!

Geralmente, festas de casamento não oferecem atrativos para os pequenos e, convenhamos, nem a música e nem a comida são adequadas às suas preferências. “Enquanto os pais se distraem, as crianças ficam soltas pelo ambiente podendo cair em piscinas, queimarem-se nos spots de luz ou até mesmo levarem choques por mexerem nas instalações elétricas”, explica Flávia. Por isso, alerta vermelho e atenção máxima se for levá-las com você!

 

Como pode-se notar, há várias atitudes que não dependem de talento mas apenas de esforço. Uma sociedade funciona melhor quando trata-se com respeito. Isso, nos mais diversos aspectos, inclusive no momento de comemorar.

Tim-tim!

Fonte: “Elegância na festa” ( Flavia Cavaliere)

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *